sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Indústria lidera economia no trimestre e tem segunda alta consecutiva:

A indústria foi o setor de maior destaque na economia no terceiro trimestre deste ano, e segue em trajetória de recuperação depois das perdas com a crise. De julho a setembro, o setor teve crescimento de 2,9% em relação ao trimestre imediatamente anterior. Trata-se da segunda alta consecutiva nessa base de comparação. Os dados foram divulgados hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Sobre o resultado observado em relação a igual período em 2008, houve retração de 6,9%. Os dados dos trimestres anteriores indicam danos menores à indústria. No primeiro trimestre, o setor havia despencado 10,4% frente a período correspondente no ano anterior. Logo após, de abril a junho, o desempenho da indústria foi 8,6% inferior ao observado no segundo trimestre do ano passado.

A construção civil foi o segmento mais afetado no setor industrial no terceiro trimestre, com retrocesso de 8,4% sobre o período de julho a setembro de 2008. Antes, na mesma comparação, a construção civil havia apresentado resultado 9,6% no primeiro trimestre, e 9,3% nos três meses seguintes.

Indústria de transformação

A indústria de transformação apresentou queda de 7,9% sobre igual espaço de tempo em 2008, reduzindo bastante seu ritmo de retração. Sobre o trimestre correspondente no ano anterior, verificou-se queda de 14% no primeiro trimestre, e de 10,8% de abril a junho.

A indústria extrativa segue sentindo menos a redução do nível da economia, com queda de 2% ante o terceiro trimestre do ano passado. Na mesma relação, havia sido registrada retrocesso de 2,6% no primeiro trimestre deste ano, e de 1,8% no trimestre seguinte.

"A indústria foi o setor que mais sentiu a crise, como era esperado. Mas a recuperação já é nítida, mas ainda se observa quedas mais fortes no setor de bens de capital, o que influencia diretamente a taxa de investimento", afirmou a gerente de Contas Trimestrais do IBGE.

Nenhum comentário: