terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Ana Júlia assinala dedicação de Neuton Miranda aos mais pobres e necessitados.


 
A governadora Ana Júlia Carepa lamentou, nesta segunda-feira (22), a morte de Neuton Miranda, líder do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), e assinalou que sua dedicação aos mais pobres e necessitados "é um grande exemplo e seu maior legado". Ana Júlia foi ao velório de Neuton, no hall da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), e fez uma declaração eomocionada a respeito do líder comunista. "Neuton Miranda foi um homem que passou toda a sua vida na luta pelo povo e estava fazendo um trabalho maravilhoso", disse ela.
Neuton Miranda era o titular da Superintendência de Patrimônio da União (SPU) e coordenava um amplo programa de concessões de uso das chamadas terras de Marinha no Estado. Um convênio entre o Governo Popular e a SPU já assegurou a milhares de famílias o acesso aos títulos de concessão de uso da terra, garantindo assim a posse definitiva da área habitada.
Justiça social - "Fico triste porque não é só a perda de um amigo, de um companheiro ou de um aliado. Mas é a perda de um homem que se dedicou a lutar por justiça social. É esse homem, correto durante toda sua vida, que nos deixa e nos surpreende até na hora de ir embora. A melhor homenagem que podemos prestar a esse companheiro é continuarmos a luta pelo povo, porque com certeza nós estaremos homenageando esse homem que passou sua vida toda se dedicando ao povo", ressaltou.
A governadora enfatizou ainda que Neuton Miranda sempre teve a capacidade de se relacionar com pessoas de diferentes convicções. "Sempre tendo como norte, como rumo, o lado daqueles que precisam da justiça social, que precisam das mãos daqueles que vão lhes ajudar a serem pessoas livres e felizes", completou.
O governo do Estado decretou luto oficial por três dias pela morte de Neuton Miranda, que deixou viúva a professora Leila Mourão, e a filha Janaína Miranda.
Também compareceram ao velório os deputados estaduais Domingos Juvenil, presidente da Alepa; Airton Faleiro, líder do governo; Ana Cunha, José Megale e Cássio Andrade; Sandra Batista, vice-prefeita de Ananindeua, e Érico Albuquerque, vice-presidente do PC do B no Pará; amigos, colegas de trabalho e líderes comunitários.

Nenhum comentário: