terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

FHC VIRA CABO-ELEITORAL DE DILMA, DEFINITIVAMENTE:


Nem no mais delirante sonho a campanha de Dilma Roussef poderia contar que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fosse ajudar, como está ajudando, a eleição a se polarizar entre ele – naufragado numa enorme rejeição popular – e Lula, apoiado nos maiores índices de aprovação já alcançados em seu Governo. Mas FHC está fazendo mais que isso, está se encarregando, ele próprio, de transferir para Dilma o apoio que vem das más lembranças que traz.
Agora há pouco, em O Globo, ele leva mais água para o moinho da candidata, ao dizer que “ela não inspira confiança” e ao insinuar que não seria honesta, ao dizer que “tem que ver se a pessoa inspira confiança. Nós precisamos de gente competente e que não roube. E que inspire confiança”.
O Governo Fernando Henrique, como se sabe, foi um governo que inspirou confiança e onde ninguém roubou nada. Ou alguém seria capaz de fazer perversas suposições sobre os negócios que envolveram a privatização das estatais, o sistema financeiro, o Banco Central, nas desvalorizações cambiais…  

Nenhum comentário: