quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Fobós arrastam multidões em Óbidos.


O Carnaval dos Fobós de Óbidos, um dos maiores carnavais do Oeste do Pará, arrasta multidões pelas ruas da cidade histórica. Mascarados Fobós e palhaços revivem antigos carnavais. Os brincantes preparam as fantasias para o arrastão na cidade dos blocos Xupa Osso, neste domingo (14), e do Unidos do Morro, na segunda (15). Neste Sábado, 13, a animação ficou por conta do bloco Águia Negra.
O carnaval obidense tem suas raízes cravadas no século XVIII , vindo de Portugal com o nome de ‘Entrudo', espécie de desafio travado entre famílias tradicionais. 


Todo fim de tarde, aos domingos, antes do Carnaval, os blocos de fobó fazem arrastão experimental para conferir e ajustar o percurso da apresentação oficial. Levam em média 2,5 mil brincantes ao fobódromo, a Praça do Sesquicentenário, onde são recebidos por uma grande platéia.

Os Fobós brincam vestidos com Dominó, um tipo de macacão feito em chita, bastante largo e colorido, capacete feito em papel de saco de cimento e papel de seda em cores diversas, além de uma máscara feita artesanalmente, apito, bexiga e caixa de pó de arroz ou amido de milho.
No arrastão, o povo segue o trio elétrico, brincando, cantando e lançando polvilho tanto nos brincantes quanto na platéia. Nem mesmo os policiais que fazem a segurança escapam.


Nas segundas-feiras, o bloco não oficial ‘Pai da Pinga', reúne apreciadores de cachaça no bar do Cachorrão, bairro de Santa Terezinha, de onde saem fazendo a folia pelas ruas da cidade, exibindo faixas de protesto.

Nenhum comentário: