quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Lula inaugura gasoduto de R$ 2,5 bilhões da Petrobras:

RIO - A Petrobras inaugura quarta-feira o gasoduto Cabiúnas-Reduc III (Gasduc III), com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. O Gasduc III é o maior gasoduto em diâmetro da América do Sul, com 38 polegadas equivalente a 96,5 centímetros – e em capacidade de transporte – 40 milhões de metros cúbicos por dia.
Com 179 quilômetros de extensão, a obra do Gasduc III teve investimentos de R$ 2,54 bilhões e gerou cerca de 27 mil empregos diretos e indiretos. Localizado entre Macaé e Duque de Caxias, o Gasduc III amplia em 150% a capacidade de transporte neste trecho, que era de 16 milhões de metros cúbicos por dia.
A diretora de Gás e Energia da Petrobras, Graça Foster, afirmou que já estão contratados os 40 milhões de metros cúbicos transportados pelo gasoduto. Ela disse que se não fosse pela crise, a demanda por gás natural teria aumentado muito, e o fornecimento estaria em sua capacidade máxima.
O gasoduto vai transportar o gás produzido nas bacias de Campos e Espírito Santo, além do volume importado da Bolívia, que chega ao estado fluminense por meio dos gasodutos Campinas-Rio e do Japeri-Reduc. Também deve transportar o gás proveniente do Terminal de Regaseificação de GNL (gás natural liquefeito) da Baía de Guanabara.
Com a conclusão do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté (GASTAU), ainda este ano, o Gasduc III poderá receber o gás procedente da Bacia de Santos.
Graça prevê aumento de consumo de gás em 2010, revertendo a retração de 2009. A demanda deve ficar em torno de 50 milhões de metros cúbicos diários, acima dos 46 milhões do ano passado. Em 2008, foi registrado consumo recorde de 58 milhões metros cúbicos por dia.
– A melhora da renda das classes sociais e as vendas de produtos da linha branca impulsionam o consumo de energia elétrica. E a demanda por gás acompanha o consumo de eletricidade – explica.
O Gasduc III aumenta a flexibilidade na oferta e a capacidade de transporte para atender ao mercado do Sudeste, região de maior consumo de gás natural do país.

Nenhum comentário: