segunda-feira, 5 de julho de 2010

Secretário-geral da ONU não pode ser político', diz presidente Lula.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse neste sábado, em Cabo Verde, que a Secretaria-geral da ONU - cargo para o qual ele tem frequentemente sido lembrado - "não pode ser (ocupada por) um político".
Em uma entrevista coletiva com jornalistas africanos após participar de um encontro com presidentes de países do ocidente da África, Lula disse que o porta-voz da principal organização multilateral da comunidade internacional "deve ser um burocrata".
"O secretário-geral da ONU deve ser um técnico, um burocrata lá da ONU. Não pode ser um político porque um político pode criar problemas sérios. Imagina se amanhã o presidente dos Estados Unidos quiser ser o secretário-geral da ONU. Não dá certo", disse Lula. "É importante que continue sendo um bom burocrata e não um político."
A possibilidade de que o presidente brasileiro aspire à posição uma vez que termine o seu mandato, em janeiro do ano que vem, tem sido aventada não apenas por observadores brasileiros, mas também estrangeiros. Um dos mais incisivos a favor de Lula foi o primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates.

Nenhum comentário: